Linhagem da Equipe Deo

Na década de 40, durante a sua infância no Rio de Janeiro, o Mestre Deoclécio Paulo iniciou seus treinamentos de Jiu-Jitsu, aos nove anos de idade, com o Grande Mestre Oswaldo Fadda.

<font color="red">Deoclécio Paulo </b></font>

Deoclécio Paulo

Na década de 1940, durante a sua infância no Rio de Janeiro, o Mestre Deoclécio Paulo iniciou seus treinamentos de Jiu-Jitsu, aos nove anos de idade, com o Grande Mestre Oswaldo Fadda, conhecido por ser pioneiro da arte no Rio de Janeiro e adjacências do subúrbio da Zona Oeste. Na época, a situação financeira de sua família era tão difícil que ele não tinha como arcar com as despesas do esporte. Com extrema sensibilidade, o Mestre Fadda acolheu aquele menino e costurou com as próprias mãos um quimono feito de sacos de farinha para que ele pudesse dar seus primeiros passos no esporte.

1950
<font color="red">Oswaldo Baptista Fadda</font>

Oswaldo Baptista Fadda

O Grande Mestre Oswaldo Baptista Fadda nasceu no Rio de Janeiro no bairro de Bento Ribeiro filho de imigrantes italianos chegados ao Brasil no início do século XX. Praticamente respirou jiu-jitsu e era muito conhecido também por ser um homem de família e bem humilde e de um conhecimento imenso da "arte suave". Fez muitas amizades quando vivo e, sendo o primeiro a iniciar suas aulas no bairro, gerou o título de pioneiro da arte no Rio e adjacências do subúrbio da Zona Oeste.

1942

Luiz França Filho

Na academia de Mitsuyo Maeda em Belém, foi companheiro de turma de Donato Pires, Jacinto Ferro, Carlos Gracie e outros. Após este período, mudou-se para São Paulo onde concluiu sua formação com Geo Omori (que, em 1924, enfrentou Carlos Gracie num combate que terminou empatado). Terminada sua estadia em São Paulo, estabeleceu-se no subúrbio do Rio de Janeiro, onde transmitiu seu conhecimento a policiais e militares. Entretanto, sabe-se que dava grande ênfase ao aspecto da defesa pessoal em sua forma de ensinar. E, que deu oportunidade a moradores de favelas que desejavam aprender em sua academia. Ele ensinava-a em comunidades carentes da cidade. Seu aluno mais célebre foi Oswaldo Fadda que manteve seu ideal de ensinar jiu-jitsu às classes populares. O esforço deste seu aluno, originou um novo ramo do jiu-jitsu brasileiro.

1916
<font color="red">Mitsuyo Maeda <b>(Conde Koma)</b></font>

Mitsuyo Maeda (Conde Koma)

De acordo com uma cópia do passaporte de Maeda fornecido por Gotta Tsutsumi, presidente da Associação Paramazônica Nipako de Belém, Maeda chegou ao Brasil pela cidade de Porto Alegre, estado do Rio Grande do Sul, em 14 de novembro de 1914, porém a história contada no sitio da CBJJ que foi na cidade de Santos São Paulo onde ele desembarcou primeiro ao chegar no Brasil. Em 20 de dezembro de 1915, chegaram a Belém, onde se apresentaram no Theatro Politheama.

1914
<font color="red">Jigoro Kano</font>

Jigoro Kano

Nascido em 1860, Jigoro Kano começou a treinar o Ju-Jutsu aos 18 anos, com o propósito de não ser dominado por causa da sua fraqueza física. Ele aprendeu Atemi Waza(técnicas de projeção) Katame Waza (técnicas de domínio) e Nague Waza (técnicas de arremesso). Baseando nessas técnicas, aprofundou-se seu conhecimento tomando por base o predomínio da mente sobre os músculos. Criou técnicas para o treinamento de esportes competitivos, ressaltando também o cultivo do caráter. Adicionando novos aspectos ao seu conhecimento do tradicional Ju-Jutsu, o Mestre Kano fundo em 1882 o Instituto Kodokan. O Ju-Jutsu foi substituído pelo Judô, nome que pode ser traduzido como "caminho da vida suave". Portanto, o Judô seria a teoria de vencer por meio da suavidade, ou seja, controlar a agressão usando a força do oponente sem agir contra ela. Entre vários alunos de Kodokan, se destaca o jovem talentoso Mitsuyo Maeda, que mais tarde, financiado por empresários japoneses, ajudaria a difundir a arte marcial japonesa para a América Latina, incluindo o Brasil. No Brasil essa arte foi aprimorada/adaptada para o que hoje é conhecido no mundo como Brazilian Jiu Jitsu ou Jiu Jitsu Brasileiro, se tornando referência mundial em eficiência nas artes marciais de combate e defesa pessoal.

1882

Parceiros

Carta de apresentação do GM Deo, escrita pelo próprio GM Oswaldo Fadda em 28/01/1995